terça-feira, 19 de maio de 2015

Trechos do Livro: Cidades de Papel - John Green


“Não era nem o fato de ela ser tão bonita. É que ela era o máximo, literalmente. E então já estávamos longe de mais dela, muita gente entre nós, dois e eu nem consegui me aproximar o suficiente para ouvir a sua voz ou entender qual tinha sido a surpresa hilariante.”
“-Hoje, meu bem, vamos acertar um monte de coisas que estão erradas. E vamos estragar algumas que estão certas. Os últimos serão os primeiros; e os primeiros serão os últimos. Os mansos herdarão a terra. Mas antes de redefinir completamente o mundo, precisamos fazer compras.”
“E agora a aminha vida se tornou o futuro. Todos os momentos da vida são vividos no futuro: você frequenta a escola para entrar na faculdade para arrumar um bom emprego para comprar uma casa legal para mandar os filhos para a faculdade para que eles consigam arrumar um bom emprego para comprar uma casa legal para mandar os filhos para a faculdade”.
“embora pudesse vê-la ali, eu me sentia completamente sozinho em meio aqueles prédios grandes e vazios, como se tivesse sobrevivido ao apocalipse e o mundo tivesse me dado todo aquele universo fascinante e infinito , só meu, para ser explorado.”
“ no escuro e no silencio, sem a possibilidade de eu dizer algo que estragasse o momento, os olhos dela me encarando de volta como se houvesse algo em mim que valesse a pena”
“[...] - Eu não precisava de você, seu idiota. Eu escolhi vir com você. E você me escolheu. – e então ela me encarou: - É como uma promessa. Pelo menos esta noite. Na saúde e na doença. Na alegria e na tristeza. Na riqueza e na pobreza. Até que o sol nos separe.”
“Ela levantou uma perna e soltou todo o peso do corpo quando a virei. Ou ela cofiava mesmo em mim, ou desejava cair.”
“Não me cruzando na primeira, não desista,
Não me vendo num lugar, procure em outro,
Em algum lugar eu paro e espero você. “ – Walt Whitman
“Quanto mais eu trabalho, mais percebo que os seres humanos carecem de bons espelhos. É muito difícil para qualquer um mostrar a nós como somos de fato, é muito difícil para nós mostrarmos aos outros o que sentimos.”
“Ir embora é uma sensação boa e pura apenas quando você abandona uma coisa importante, algo que tinha um significado. Arrancando a vida pela raiz, mas só se pode fazer isso quando sua vida já criou raízes.”

2 comentários:

  1. Oi
    Esse Quotes são bons, o livro e esse é o segundo livro do autor que li, mais nem gostei tanto, mais estou louca pelo filme.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Nós conte a sua opinião sobre o assunto :)