sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Um filme ridículo








Wesley Gibson (James McAvoy) tem 25 anos e detesta sua vida. Ele segue o caminho de seu pai e entra para a Fraternidade, uma liga de assassinos treinados para executar as ordens do destino, cujo lema é "matar um, salvar mil". Logo ele se torna o preferido da Fraternidade, o que faz com que se sinta bem consigo mesmo. Porém a situação muda quando ele percebe que seus parceiros não têm interesses tão nobres quanto aparentavam.






Pensa em um filme mentiroso, que de tão mentiroso se torna divertido, é esse aqui.
A ideia é boa, mas a forma como foi produzido foi ridiculamente falsa. Sabe aquela coisas que supera Rambo nas mentiras? Então. é mais comedia do que ação.
Fora que para assisti você tem que esquecer todo o seu senso critico, pois vai achar muitas falhas. Mesmo tendo um elenco de peso.
Nesse caso os atores, que são feras, não conseguiram ofuscas as mentiras dos efeitos. Como pode uma pala desviar uma pilastra e acertar o cara?


Por: Carol Cadiz


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nós conte a sua opinião sobre o assunto :)